Seminário

O primeiro Patriarca depois da restauração, S.B. Giuseppe Valerga, fundou o Seminário Patriarcal latino em 1852, em Jerusalém. A 7 de Dezembro de 1857, foi transferido para Beit Jala, onde se encontra estabelecido de forma permanente desde 1936.

O curriculum compreende um ano de espiritualidade (propedêutico), um ano de língua francesa, dois anos de filosofia e quatro de teologia. Desde a sua criação até 2008, o seminário formou 260 padres, dos quais 12 chegaram a bispos e 3 a patriarcas.

No seminário a nossa missão é dar aos estudantes – futuros padres – uma oportunidade de obterem, não somente uma sólida formação intelectual, mas também uma aprendizagem humana, espiritual, pastoral em ligação com a situação única da Igreja de Jerusalém. Trata-se de uma igreja de uma minoria vivendo ao lado de duas “maiorias”: os Muçulmanos e os Judeus”.