frFrançais itItaliano enEnglish

JERUSALÉM – Por ocasião dos seus 50 anos, a Delegação Católica para a Cooperação reuniu-se no fim-de-semana de 18 e 19 de Março, na casa de Abraão e numa missa celebrada na Basílica de Santa Ana, no sábado à tarde com a presença do Cônsul Geral de França em Jerusalém, Pierre Cochard.

ONG francesa, a DCC é um organismo reconhecido pelo estado para enviar voluntários para todo mundo. A sua missão: acompanhar parceiros interessados em países do Sul nos seus projectos de desenvolvimento. Presente em mais de 50 países, a DCC conta com mais de 500 voluntários que dão o seu contributo a estes projectos. Destes, 14 estão actualmente em curso na Terra Santa. Ocasião para todos se encontrarem na Casa de Abraão com Guillaume Nicolas, Delegado Geral da DCC, Pierrick Madinier, representante do Conselho de Administração da DCC assim como com Marie-Bernadette Caro e Frédéric Mounier, encarregados de missão na Terra Santa, durante um fim-de-semana cheio de momentos de partilhas, de lembranças e de troca de experiências.

Uma missa na Basílica de Santa Ana foi presidida, no sábado à tarde, pelo Padre Davis Neuhaus, Vigário Patriarcal para os cristãos de expressão hebraica, na presença do Cônsul Geral de França, Sr. Pierre Cochard e do seu conselheiro para os assuntos religiosos, Padre Louis Luc Pareydt. Todas as estruturas de acolhimento de voluntários foram convidadas para esta celebração. “Ser voluntário é com certeza levar água onde ela falta, onde ela foi roubada, mas é  mais, é sobretudo entrar totalmente numa experiência humana, psicológica, espiritual onde dar se torna receber e onde receber se torna dar ainda mais”. Sublinhou o Padre Luc Pareydt na sua homilia, continuando: “ A aliança do despojamento com o realismo transforma-se em coragem. Arriscar muito, mas ir buscar à sua experiência um sentido para a sua vida”. À missa seguiu-se um momento de convívio à volta de um bufete. Ocasião para o Cônsul Geral de França agradecer à DCC pela sua acção aqui, e no resto do mundo.

Este aniversário, celebrado na Terra Santa, é para a Igreja Universal um momento de continuidade: no passado 25 de Fevereiro, foi o próprio Papa Francisco que recebeu a DCC no Vaticano. “Através das vossas iniciativas, dos vossos projectos e das vossas acções, dais visibilidade a uma Igreja pobre e para os pobres, uma Igreja de sai para ir ao encontro dos que estão em situações de sofrimento, de precaridade, de marginalização, de exclusão”. Disse o Papa num tom encorajador.

Vivien Laguette

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar
Designed and Powered by YH Design Studios - www.yh-designstudios.com © 2017 All Rights Reserved
X